+5561981142100 karla@karlaosorio.com

Itinerância Brasília do Prêmio Vozes Agudas para Mulheres Artistas
Coletiva com obras de 24 artistas
Galerias 1, 2 e 3, Pavilhão I
Brasília (08 maio – 13 junho 2021)

A Galeria Karla Osorio apresenta a exposição coletiva Prêmio Vozes Agudas para Mulheres Artistas que estará em cartaz até 13 de junho, em parceria com o Coletivo Feminista Vozes Agudas, mediante agendamento.

Sobre a exposição
Trata-se da primeira itinerância da exposição coletiva da 1ºedição do Prêmio Vozes Agudas para Mulheres Artistas, em que participarão tanto as artistas contempladas com a premiação, quanto outras artistas convidadas que enviaram seus portfólios para o certame. Nessa 1ª edição do prêmio, foram enviados mais de 800 portfólios de artistas residentes em vários estados do país, inclusive brasileiras no exterior, para a avaliação de um júri composto por mulheres profissionais do setor.
Após cuidadosa deliberação, foram selecionadas 03 artistas premiadas e 02 menções honrosas, sendo elas respectivamente Laryssa Machada, portoalegrense hoje residente em Salvador, Massuellen Cristina, mineira de Sabará, Mônica Coster, paulista residente no Rio de Janeiro, o coletivo Terrorista del Amor de Fortaleza e a artista travesti Vulcanica Pokaropa, de Presidente Bernardes, interior de São Paulo.
Para a exposição itinerante na Galeria Karla Osorio foram convidadas 19 artistas, que, em sua maioria, são de Brasília ou arredores, sendo as seguintes: Coletivo Tete a Teta (Alexandra Martins, Alla Soüb d`Nadah), Débora Mazloum, Eduarda Xavier, Ester Cruz, Fernanda Azou, Gabriela Chaves, Isadora Almeida, Jessica Lemos, Liz Domingues, Mahyrah Alves, Manuela Costa, Marcela Campos, Marta Mencarini, Patricia Abbott, Samantha Canovas, Sofia Ramos, Taís Koshino e Vera Michels.

O Prêmio Vozes Agudas para Mulheres artistas, feito inédito até então no âmbito nacional, teve como mote a construção de plataformas de visibilidade para o trabalho de artistas mulheres ainda não absorvidas pelo sistema das artes, seja por questões de linguagem ou contingência social, e o recorte curatorial da mostra coletiva buscou justamente contemplar a variedade de temas, técnicas e materiais que foram apresentados pelas artistas em seus portfólios.
A exposição coletiva teve uma primeira versão paulista, na Galeria Jaqueline Martins. Está prevista uma última itinerância em Recife, com local a ser definido. Planeja-se também, uma 2ª edição do prêmio a ser lançado em 2022.

Laryssa Machada

Terroristas del Amor

Vulcânica Pokaropa

Debora Mazloum

Fernanda Azou

Gabriela Chaves

Isadora Almeida

Jessica Lemos

Liz Domingues

Mahyra Alves

Manuela Costa

Marcela Campos

Marta Mencarini

Patricia Abbot

Samantha Canovas

Taís Koshino

Vera Michels