+55 61 3367 6303 #20 info@karlaosorio.com

Galeno

Galeno é um proeminente artista brasileiro, nascido no Delta do Parnaíba no Piauí (1957) e vive entre Brasília e Parnaíba. Ele estudou artes visuais na Universidade de Brasília (UNB) e em ateliê de alguns artistas. Com trabalhos que variam entre a pintura, desenhos, gravuras, afrescos, esculturas e instalações, ele é um dos artistas brasileiros mais ativos, no entanto – por escolha própria – ele se mantém um tanto quanto isolado no norte do país. Influenciado principalmente pelo construtivismo brasileiro e movimento neoconcretista, a geometria é um elemento essencial em seu trabalho. É seguro dizer que ele cria “sua própria e colorida geometria”. De uma forma essencialmente particular, seu trabalho flutua entre o figurativo e elementos abstratos em um exercício de interpretação. Pela sua fantástica e singular tratamento da cor e composições sofisticadas, ele estabelece um ritmo e constrói um universo vibrante. Contemporâneo, mas fortemente ligado à sua história pessoal, que ele torna universal pela sua simbologia poética. Ele incorpora elementos inesperados e inovadores, retratando de forma erudita o seu caminho artístico. Dentre dos seus assuntos abordados, estão objetos, como: carretéis, lamparinas, fechaduras, camaleões, fragmentos de uma arquitetura moderna, barcos de rio, santos e relicários, que como um todo, fazem parte de um novo vocabulário. Arte e vida estão juntas, contando histórias e compartilhando um passado, formando um novo futuro na arte. Galeno participou de diversas exposições conjuntas e individuais pelo Brasil e exterior, principalmente na Europa. Há inúmeros textos e publicações sobre o seu trabalho. Já recebeu diversos prêmios, de aquisições e também para residências no exterior. Em 2012 ele foi escolhido pelo IPHAN/MinC. para produzir o painel da Igreja Nossa Senhora de Fátima em Brasília, sucedendo o grande pintor ítalo-brasileiro, Alfredo Volpi e também participou da Bienal do Mercosur em 2015. Seus trabalhos estão presentes em coleções públicas e privadas no Brasil e exterior, incluindo no Museu de Arte do Rio de Janeiro (sob a direção de Paulo Herkenhoff), Museu de Arte Moderna do Rio, entre outros.